Com passaporte da vacina, Malta pagará turistas que visitarem a ilha
14 de abril de 2021
Grécia aposta nas ilhas “covid-free” para recuperar o turismo
26 de abril de 2021
Mostrar Tudo

Ao ritmo do passo a passo na vacinação, vai aumentando a expectativa do setor de turismo para a volta da atividade em sua plenitude, um dia, se a pandemia for domada com a imunização.

Enquanto este momento de reabilitação não chega, a melhor ideia é fortalecer a estrutura de cidades de inegável potencial, como vem ocorrendo em Salvador, na marina da Penha e no Museu de Arte Moderna da Bahia.

Obras realizadas dentro do planejamento da Secretaria de Turismo vêm melhorando equipamentos em Itaparica, Cacha-Pregos, Salinas da Margarida, Jaguaripe, Mutá, Bom Jesus dos Passos, Cachoeira, Maragojipe e na localidade de Botelho, na Ilha de Maré.

– É um projeto que vai revolucionar o turismo náutico na Baía de Todos-os-Santos, proporcionando a esta zona turística conhecida em todo o mundo a infraestrutura adequada para que embarcações de vários portes possam desembarcar com conforto e segurança – afirma o secretário estadual de Turismo, Fausto Franco.

A requalificação dos equipamentos náuticos, espalhados por diversos municípios, incluem ancoradouros, marinas, píeres e terminais, entre outros, com o objetivo de atrair mais visitantes tão logo seja possível.

Os recursos do Programa Nacional de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur Bahia) vêm sendo aplicados também na reforma do Museu Wanderley de Pinho, com financiamento do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

O estabelecimento também terá ancoradouro para acesso por mar, tendo as obras de pavimentação de acesso licitadas, com resultado já anunciado de empresa vencedora para pavimentação de dois quilômetros, para quem chegar por via terrestre.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

//]]>