Turismo é o setor que mais se digitalizou durante a pandemia

O Turismo é um dos segmentos que mais apresentou queda de faturamento desde o início da pandemia de covid-19, mas foi o que mais se digitalizou para enfrentar as crises econômica e sanitária instaladas no País.

De acordo com a 11ª Pesquisa de Impacto da Pandemia do Coronavírus nas Micro e Pequenas Empresas, realizada pelo Sebrae em parceria com a Fundação Getúlio Vargas (FGV), 85% das empresas que atuam na indústria se digitalizaram, número superior à média geral, que é de 67%, e seis pontos percentuais acima do segundo colocado, que é o setor de pet shops, com 79% das empresas comercializando pela internet.

“Com uma queda de faturamento registrada em 91% das empresas do segmento e com apenas 9% dos estabelecimentos funcionando da mesma forma que no pré-pandemia, a digitalização das micro e pequenas empresas do Turismo foi uma das saídas encontradas pelos empreendedores que compõem as atividades do setor”.

O forte investimento no mundo digital fez com que 48% das companhias desse segmento tivessem mais da metade de seu faturamento proveniente do comércio eletrônico. “A pandemia fez com que os pequenos negócios se vissem forçados em comercializar seus produtos pela internet e os setores mais atingidos absorveram essa necessidade, como o Turismo e a Economia Criativa”, explica.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Category

Latest Post

Newsletter

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.